0

Tem boa repercussão a assembleia do Sinjor em Santarém

Posted by Administrator on 20 de julho de 2014 in ULTÍMAS NOTICIAS |

Foi boa a repercussão assembleia geral que o Sindicato dos Jornalistas do Pará (Sinjor-PA) realizou, no município de Santarém, na última quinta-feira (17), na Subseção da OAB-PA , contando com a participação de aproximadamente 40 pessoas, entre jornalistas profissionais, professores e estudantes de Jornalismo. Os diretores do Sindicato assumiram o compromisso de ir periodicamente a Santarém, sendo que a próxima visita acontecerá após a posse da nova Diretoria, cuja solenidade está agendada para o dia 23 de agosto.

Além de aprovar os quatro pontos para a pauta de reivindicações da data-base 2014 junto ao Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão do Pará (Sertep) (piso salarial, aumento real, auxílio alimentação e adicional de risco de vida), a assembleia serviu para esclarecer dúvidas dos profissionais e definir os caminhos para a eleição da nova Diretoria Regional do Sinjor-PA no município.

Na oportunidade, a jornalista Ailanda Tavares, formada na primeira turma de Jornalismo de Santarém em 2006 e que trabalha na Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Santarém, recebeu da presidente Sheila Faro e da presidente eleita Roberta Vilanova a sua carteira do Sinjor e a carteira da Fenaj, que é reconhecida como identidade em todo o território nacional.

Para ela, receber esses documentos representa a valorização da categoria, semelhante ao que acontece com outras categorias como de advogados e corretores que têm uma organização reconhecida. “Quando a gente vai a Belém, entrega os documentos e recebe a carteira do Sindicato e da Fenaj, eu comparo ao diploma de jornalista, como se agora também estivesse sendo certificado o meu curso de jornalismo. Então, para a gente que luta tanto, aqui no interior, pela valorização, é mais uma conquista”.

Ailanda disse que está disposta a colaborar com o Sinjor para mobilizar a categoria na luta por seus direitos, assim como colaborar com a disseminação de informações sobre o processo de sindicalização, porque ainda há muitas dúvidas entre os jornalistas de como fazer isso.

O jornalista Joab Ferreira disse que a reunião com o Sinjor foi bastante proveitosa porque  os jornalistas de Santarém cobravam uma atuação do Sindicato e viam pouco resultado, mas agora, com essa reunião, pôde conhecer melhor o processo de sindicalização e saber mais sobre os direitos dos jornalistas. “A gente trabalha do jeito que o patrão impõe, não tem direito a nada, não reclama e nemsabe a quem recorrer. Essa reunião foi importante principalmente para resgatar o orgulho de ser jornalista, entrar nessa luta e unir todo mundo por esse benefício comum”, declarou Joab.

A estudante do sexto período de Jornalismo das Faculdades Integradas do Tapajós (FIT),Lia Anjos, que participou de um evento do Sinjor em 2012 em Santarém, disse que a reunião foi importante para consolidar o empenho do Sindicatoem relação aos jornalistas do município. “O jornalista, não só aqui em Santarém, mas em todo o Brasil, merece ser valorizado. Nós trabalhamos muito para isso, nós somos exigidos, então nós devemos ter o reconhecimento”, afirmou a estudante.

A professora e coordenadora e do Curso de Jornalismo das FIT, Thais Helena Medeiros, disse que o Sinjor pode contar com o apoio da instituição, que está de portas abertas inclusive para sediar as reuniões da categoria. Sobre a assembleia, ela disse que foi um momento histórico. “Porque o Sinjor está vindo para cá e a gente tem que criar essa veia sindicalista nos nossos alunos. Eu não tive oportunidade de me envolver com sindicalismo quando era estudante, então a gente está aberto para isso. É um momento bacana para organizar a situação dos jornalistas e angariar coisas muito maiores para a categoria”, disse a docente.

“A reunião foi muito boa. Realmente me senti amparado por uma instituição que se mostrou interessada em defender os direitos da categoria e não só de A ou B, mas de todo mundo. E isso despertou em nós um sentimento de justiça, porque durante anos nós nos sentimos abandonados. Então hoje é um dia históricopara nossa classe aqui Santarém e, acredito, que um dia histórico para o jornalismo também no Pará como um todo”, foi o que declarou o jornalista Fabrício Galúcio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013-2018 Sinjorpa All rights reserved.
This site is using the Desk Mess Mirrored theme, v2.5, from BuyNowShop.com.