0

Data base 2014: Jornalistas das ORM promovem ato público no jornal O Liberal

Posted by Administrator on 13 de agosto de 2014 in ULTÍMAS NOTICIAS |

Os jornalistas trabalhadores das Organizações Rômulo Maiorana (ORM) decidiram realizar um ato público em frente à sede do jornal O Liberal, amanhã, 14. A manifestação ocorrerá em dois horários: às 12h e às 18 horas. A decisão foi tomada em assembleia realizada no início da tarde desta terça-feira, 12, no Sindicato dos Jornalistas do Pará (Sinjor-PA). Para marcar a mobilização, os trabalhadores vestirão preto, como forma de protesto contra a proposta de acordo coletivo enviado pela empresa minutos antes da assembleia. “A contraproposta da empresa, que chegou ao Sinjor-PA três meses depois de enviada a pauta de reivindicações, traz poucos avanços em relação ao anseio dos trabalhadores”, informa a presidente eleita do Sinjor-PA, Roberta Vilanova.

Na assembleia realizada no dia 5 de agosto, os trabalhadores haviam aprovado um indicativo de paralisação para esta quinta-feira. Como a empresa enviou a contraproposta, os jornalistas decidiram fazer o ato para demonstrar a insatisfação com o pouco avanço nas negociações.

A empresa propõe reajuste salarial para 6%, portanto, apenas 0,19% acima da inflação do período, que foi de 5,81%. O percentual está distante dos 10% inicialmente pleiteados pelos trabalhadores, no qual se inclui o índice inflacionário. A diretora do Sinjor que presidiu a reunião, Jeniffer Galvão, lembrou que há 14 anos os jornalistas não têm ganho real nas ORM. “Depois de todos esses anos, a empresa nos apresenta esse percentual irrisório como ganho real. Parece brincadeira, né?”, ressalta a diretora. Os trabalhadores já receberam a reposição da inflação nos salários, mas a categoria entende que não é o suficiente. 

A direção das ORM também propõe ainda a redução do prazo para a compensação e/ou pagamento das horas-extras, passando de dez meses para oito meses; a incorporação apenas dos redatores no Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), deixando os editores novamente de fora; e a entrega aos trabalhadores da cópia da folha de ponto, para o controle das horas extras realizadas, já que o relógio de ponto nem sempre está funcionando a contento.

Sobre o auxílio-alimentação, uma das principais reivindicações da categoria, a empresa não se pronunciou. “Os jornalistas propõem o valor de R$ 400,00 de tíquete, benefício indireto importante para fazer frente à defasagem salarial acumulada ao longo dos anos”, destaca a diretora do Sindicato, Enize Vidigal.

Os trabalhadores seguem mobilizados em busca de avanços na pauta de reivindicações.  As conquistas só virão com a pressão da categoria. Por isso, o Sinjor-PA convoca a todos os jornalistas das ORM para vestir preto nesta quinta-feira, 14, como forma de demonstrar o descontentamento dos trabalhadores. A finalidade é fazer com que as empresa formule uma proposta decente para a categoria. “Os jornalistas das demais empresas também podem participar do protesto e ir trabalhar de preto amanhã, em solidariedade aos colegas das ORM”, convoca a presidente do Sinjor-PA, Sheila Faro.

  PONTOS PRIORITÁRIOS

1 – Reajuste salarial incluindo a inflação do período e aumento real, totalizando 10% (dez por cento) sobre pisos salariais estabelecidos no ACT em vigor e demais salários da categoria dos jornalistas vinculados às ORM; ATENDIDO PARCIAMENTE

2 – Auxílio-alimentação, sem caráter remuneratório, no valor mensal de R$ 400,00; SEM RESPOSTA

3 – Isonomia salarial entre jornalistas da capital e do interior do Estado; SEM RESPOSTA

4 – Readequação do banco de horas extras para o prazo máximo de 3 (três) meses para compensação ou pagamento do valor correspondente às horas praticadas; ATENDIDO PARCIALMENTE

5 – Estabelecimento de piso salarial para jornalistas que exerçam a função de editores e redatores; ATENDIDO PARCIALMENTE

6 – Aumento do quadro de jornalistas, visto que foram feitas várias demissões e os postos de trabalho não foram recompostos, o que vem sobrecarregando as equipes de reportagens; SEM RESPOSTA

7 – Fornecimento de cópia do ponto mensal a cada um dos trabalhadores até o 5º dia útil subsequente ao mês trabalhado. ATENDIDO

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013-2018 Sinjorpa All rights reserved.
This site is using the Desk Mess Mirrored theme, v2.5, from BuyNowShop.com.